QUERO UM FIO DE ESPERANÇA

Vivemos no Brasil um círculo vicioso no futebol em que idolatramos ideias ousadas vindas de fora com a mesma intensidade que crucificamos na raiz as ideias ousadas quando vindas de times e técnicos do nosso país.

Nós brasileiros, em sua grande maioria, somos conservadores por essência.
Podem esbravejar, achar que não, mas o momento que o país passa é o retrato de um conservadorismo extremo, que ao invés de nos manter no lugar, nos puxa para baixo com a força de uma areia movediça. 

Os insistentes por algo novo, mais articulado e lúdico por aqui viram teimosos.
Desde Sempre. 

Telê Santana foi um deles. Ficou taxado de pé frio, pois fez com que o povo mais criativo do mundo chorasse e, no calor da tristeza, clamasse por mais cautela.

Foram precisos dez anos para provar que a solução para o nosso futebol era acabar de vez com a mesmice.
E mesmo rodeado de dúvidas ele precisou dar a volta ao mundo e bater na mente pensante do jogo do Futebol Total que estava sentado no banco e também em seu filho prodígio, que estava em campo tentando acompanhar a Ferrari dirigida pelo Professor Telê.

Dez anos depois do trauma, fez-se o Fio de Esperança.
Ficou muito mais fácil ter esperança no futebol brasileiro depois de Telê abrir o sorriso para o seu camisa Dez que corria para abraça-lo depois de deixar Zubizarreta pregado no chão.

Claro que hoje em dia não temos nenhum nome parecido com o de Telê comandando algum clube por aqui.
Mas o principal problema é que, cortando pela raiz qualquer sinal de algo frutífero – ou aproveitando o embalo, qualquer FIO DE ESPERANÇA – como estamos fazendo, seremos obrigados a viver de times enlatados e embutidos. 

O Fast Food da bola. Que enche a pança mas não alimenta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: